Estratégias para a evolução artística.

Estratégias para a evolução artística.

Artistas comumente crescem em meio a elogios quanto aos seus talentos desde muito jovens, e esse constante reforço positivo de seus familiares na juventude pode ser responsável pela criação de uma falsa sensação de genialidade, que por sua vez, pode se tornar uma grande barreira para a sua evolução como artista, já que o desenvolvimento se passa necessariamente pela percepção das limitações, pela consciência dos pontos fracos e trabalho focado nos pontos de melhoria.

Por terem a sorte de não viverem como empregados na selva competitiva das grandes corporações, para evoluírem como artistas, os artistas não precisarão competir com os outros, o maior inimigo deles são eles mesmos, e suas crenças a respeito de suas competências.

As armadilhas do ego estão sempre a lhes espreitar, no entanto, separei algumas estratégias úteis para driblar esse vilão da evolução.

Estratégias para a evolução artística.
Rembrandt: O artista em seu estúdio.

Se coloque na posição de inferioridade.

A melhor forma de "não evoluir" é achar que já sabe tudo, ao longo dos anos, cristalizamos algumas idéias e nos colocamos em modo automático, mas quando estamos na posição inferior de aprendiz, nos comportamos como uma esponja, observando e absorvendo tudo o que diz respeito a nossa área de aprendizado. 
Para se tornar um "Expert" em qualquer área do conhecimento humano, é amplamente difundido por diversas pesquisas a necessidade de se expor há pelo menos 10 anos de treinamento focado, então, se você ainda não trabalhou no mínimo por esse período se dedicando com afinco a sua técnica, acredite, ainda há um longo caminho a percorrer, e se posicionar como um aprendiz do seu ofício é o melhor a se fazer, de preferência, mantendo a curiosidade por toda a vida...

Estratégias para a evolução artística.
Théodore Géricault: Retrato de um artista em seu estúdio.

Prefira aprendizado a dinheiro.

Aprender é um investimento em você mesmo, requer gastos com materiais, professores, livros, dvds, tempo, e por aí vai. No começo sempre se gasta muito mais do que recebe, afinal, esse é o verdadeiro significado da palavra "investimento" não é mesmo? A gente só colhe se plantar...
É muito difícil conciliar a fase de aprendizado com algum retorno financeiro, e isso é saudável e esperado, o foco principal sempre tem que estar no aprendizado, o resto se vier é consequência.
Se você realmente está empenhado na sua evolução artística, entenderá que será preciso investir em seu treinamento, senão com dinheiro, pagando cursos e materiais, ao menos com tempo, se dedicando a sua arte com foco e dedicação. 
Negligenciar essa parte da construção do seu conhecimento é inútil.

Estratégias para evoluir como artista
David Tenier - Um casal de idosos pesando dinheiro

Amplie seus horizontes.

Se expor a diferentes influencias, estilos e técnicas é a melhor forma de ampliar os seus horizontes e descobrir qual o seu verdadeiro caminho dentro do universo da arte. Por exemplo: Há quem prefira pintar paisagens, outros como eu, preferem pessoas,  há os que preferem desenho linear para estruturar suas obras, outros se sentem mais confortáveis com uma construção por massas, na verdade o importante é você descobrir o que lhe faz vibrar e está mais alinhado a sua personalidade, e você só descobrirá isso após experimentar diferentes formas de fazer, sem a pretensão de achar que determinada forma é a correta ou definitiva. 
É preciso desbravar as possibilidades e correr riscos para descobrir o melhor caminho para você, ampliando seus horizontes e variando suas experiencias.

Estratégias para evoluir como artista
Giuseppe Arcimboldo

Confie no processo, treine!

Pode ser que no meio do caminho, mesmo treinando muito, você tenha a sensação de que não está ocorrendo evolução, mas acredite, ela está. Se você pegar os primeiros trabalhos e comparar com os do momento atual, após algum tempo de prática, já será possível identificar melhorias. Assim como não é possível ver o próprio crescimento quando se é criança, talvez você ainda não tenha a visão treinada para perceber a sua própria evolução, o importante é internalizar o conceito de que o treino focado é fundamental, e confiar que o resultado virá. 

Estratégias para a evolução artística.
Fonte: Imagem da internet

Não tenha medo de errar.

É sempre muito frustrante cometer erros, e isso poderá desanimar alguns. Comparar o seu resultado obtido com o dos artistas que admira ou com o de colegas só aumenta a sensação de distancia entre o que você almeja produzir e o que consegue fazer. Mas acredite, a cada erro cometido, você descobre uma nova forma de não fazer, e está mais perto de achar a sua jornada.
Nossa cultura super valoriza os aspectos negativos do erro, e não enxerga suas qualidades construtivas numa abordagem investigativa de construção de conhecimento. 
Se você quer evoluir como artista, não tenha medo de errar, ao invés disso, tenha medo da inação, pois você só não vai cometer erros se ficar parado sem fazer coisa alguma.

Estratégias para evoluir como artista
Joel Rea - Conquest

Tenha um mentor.

Artistas comumente têm a fama de serem produtores solitários, mas ter um mentor, quando bem escolhido, encurta bastante a curva de aprendizado, isso por que além do mentor dar feedback sincero, diferente dos que são obtidos com familiares e amigos próximos, você também poderá observar como ele atua em seu ambiente de trabalho, e descobrir o que esta além das palavras, assim como aprender as habilidades sociais necessárias para circular em seu meio.
O ideal, naturalmente, é que seja alguém cujo o trabalho você admira, e esteja disponível para lhe dar esse treinamento, mas como isso nem sempre é possível, considere ter mais de um mentor, presenciais ou não, para cada área em que reconheça necessidade de melhoria.
O maior cuidado que se deve ter ao aprender com um mentor é não cair na tentação de se tornar uma cópia dele. Você deverá obter o máximo de conhecimento e experiencia a medida que constrói a sua própria identidade.

Estratégias para a evolução artística.
Fonte: Imagem da internet

Conclusão:

Evoluir como artista é encarar uma longa jornada como aprendiz do seu ofício, e isso requer uma boa dose de humildade, sinceridade e auto-crítica. Se sairmos da zona de conforto e formos realmente críticos para reconhecer nossas fraquezas e trabalharmos nelas, veremos o quanto estamos longe do que foram os grandes mestres desse ofício no passado. 
Se desapegando dos resultados que já obtém, e dos elogios que recebe, e mergulhando numa conduta investigativa como tentei abordar nos tópicos anteriores, talvez haja esperança para um progresso real.

Comentários

  1. Muito bom. Comecei a dedicar-me a pintura a óleo há pouco mais de um ano; e apesar da correria diária, procuro me dedicar a treinos práticos e estudos teóricos com seriedade e pés no chão. Sei que a jornada é longa, mas estou gostando do processo de aprendizado. PS: Já li todos os artigos do seu blog; o Cozinha da Pintura, cada artigo, pelo menos duas vezes.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que honra estar entre suas leituras ao lado da cozinha da pintura do meu amigo Márcio, para mim, o site dele é o arsenal mais completo em língua portuguesa!

      Aprender a pintar é um processo empolgante, e para os mais atentos, o aprendizado vai além da pintura. Lhe desejo sorte em sua jornada!

      Excluir

Postar um comentário